animaçãodccomicsfilme

Resenha | Liga da Justiça Sombria – Guerra de Apokolips (sem spoilers)

Como lidar com as consequências de nossos atos quando tudo dá errado?

No dia 05 de Maio de 2020 a DC lança um filme que trás eventos desastrosos para todo o planeta e se estende na galáxia. Essa nova animação vem cheia de perdas com uma trama pesada, densa e uma mensagem simples. “Agir sem pensar nas consequências pode causar danos irreversíveis”. O filme começa com os heróis invadindo Apokolips para acabar de vez com Darkside que planeja invadir a terra, mas, tudo dá errado e isso custa a vida de muitos e a conquista da terra. Desde a preparação para esse evento iniciado em Flashpoint de 2013 as coisas já estavam encaminhando para isso acontecer. A DC veio preparando o terreno  e não poderia ser menor do que nada já produzido até então. Alguns personagens de peso conseguem transmitir o fardo que é carregado desde que tudo deu errado e ainda conseguem nos colocar em suas peles e nos deixar curiosos para entender os motivos que os fizeram agir daquela forma, ou seja, a narrativa no carrega fácil e faz com que compremos a idéia do filme desde seu início com a mensagem na tela preta lembrando o primeiro jogo de Injustice.

Pontos negativos

O não aproveitamento de alguns personagens e algumas cenas de violência gratuita e sem necessidade podem fazer o telespectador torcer um pouco o nariz, sim o filme é para maiores de 18 anos embora seja um desenho (nenhuma novidade).  A trama se perde um pouco em determinado momento e acontece uma mudança de lado bem nada a ver, duas na verdade e algumas cenas deus ex machina estão presentes tirando um pouco do brilho máster que o filme faz crescer ao longo de seu tempo. Caso a pessoa que for ver esse filme não tiver visto nada antes vai deixar alguns pontos  passarem enquanto que se tiver visto os anteriores (não precisa ser todos, só os que vêm a partir de Ponto de Ignição) vai se divertir bem mais. O final fica meio em aberto podendo agradar a alguns e a outros não, porém, a experiência de aflição, perda, esperança, uma leve pitada de comédia estão bem presentes. Outro ponto negativo é que alguns personagens só aparecem para resolver determinado problema ou falharem tentando não tendo absolutamente nada a ver com trama e se eles não aparecessem não faria diferença alguma e alguns desses personagens são muito importantes e isso acaba deixando um gostinho amargo na boca fora mais uma solução deus ex machina que incomoda um pouco no final.

Pontos positivos

De pontos positivos nós podemos facilmente destacar os personagens da trama em especial Jhon Constantine. A gente consegue sentir o peso do fardo de cada um, o sentimento de perda contido no olhar, as vozes enfraquecidas e os personagens mais velhos e cansados nos deixam com um sentimento de angústia. A interação entre eles é interessante, o descaso em alguns pontos, a raiva contida em outros e a falta de esperança que aos poucos vai sendo mudando  e tudo isso vai servindo de impulso para cada um chegar ao seu ápice. Outro ponto interessante aqui é o sentimento de morte, a cada cena a gente fica esperando algo de ruim e o filme nos passa a idéia de que qualquer um pode morrer muito fácil pelo que está acontecendo, especialmente o Superman. Porém, o ponto alto do filme mesmo é a mensagem passada de esperança e de nunca desistir mesmo que tudo pareça perdido, existe uma determinada cena que leva totalmente a Grandes Astros Superman para quem leu a hq. A gente acaba se comovendo com alguns sacrifícios feitos para que os personagens consigam chegar ao seu objetivo e tanto a narrativa do filme quando o roteiro nos leva junto desses personagens fazendo lágrimas serem derramadas em certos momentos. As cenas de luta estão incríveis e isso não é nenhuma novidade. Algumas cenas do filme podem até ser interpretadas dentro do nosso momento atual, mas, isso já é parte da experiência de cada um. Ao decorrer do filme nós temos algumas referências ou pontos que nos remetem a alguma coisa do mundo pop, da Warnner e de Mortal Kombat com destaque nas próprias animações a partir do Flashpoint, uma cena que remete ao Batman versus Superman, mas que aqui é melhor trabalhada e mais impactante e uma cena que lembra muito Grandes astros Superman como citei antes.

Liga da Justiça sombria – Guerra de Apokolips é um filme que encerra o universo dos Novos 52 nas animações que tiveram início em 2013 com Flashpoint e agora nos deixa na espera do que vem por aí. Será que teremos Renascimento nas telas? Vamos torcer para que sim.

Mostrar mais

Ludinei Neves

Estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e futuro educando de Letras baseada em traduções, criação de roteiros e etc. Nerd desde o nascimento sonha com a disseminação da leitura pelo mundo. Um amante da cultura em si, um buscador da resposta vital para a vida, o universo e tudo mais. Amante de quadrinhos e da cultura dos vídeo games, apaixonado por Magic the Gathering e também adora livros, RPG, Holy Avenger e Pipoca e Nanquim.

Notícias relacionadas

Deixem seus comentários!

Fechar