cinemafilmefilmesfoxfilmmovietrailer

Crítica | Tolkien celebra a fantasia e realidade da vida de um dos maiores autores de fantasia

Chegou aos cinemas a cinebiografia de um dos maiores escritores de aventura fantástica do mundo, J.R.R.Tolkien criador de O Hobbit e O Senhor dos Anéis e nós do Agentes Nerds já conferimos o filme. Confira nossa crítica:

Chegou aos cinemas a cinebiografia de um dos maiores escritores de aventura fantástica do mundo, J.R.R.Tolkien criador de O Hobbit e O Senhor dos Anéis e nós do Agentes Nerds já conferimos o filme. Confira nossa crítica:

J.R.R.Tolkien é considerado por muitos o pais da fantasia, suas obras são famosas em todo o mundo, além do que inspirou outras grandes obras do gênero. Contudo, pouco que fala sobre Tolkien, o autor como figura humana, afim de que o público saiba um pouco de sua vida pessoal que David Gleeson e Stephen Beresford escreveram a cinebiografia sobre TOLKIEN.

O longa acompanha a vida de Tolkien até o ponto onde ele começa a escrever seus livros. Intercalando a narrativa entre infância, adolescência e cenas da guerra no qual foi combatente. Na tela somos apresentados a um Tolkien humano, mas a narrativa íntegra fantasia à cenas reais da vida do autor, tornando a história fantástica assim como as histórias dele.

Logo no início somos jogados no meio da Batalha de Somme ao qual Tolkien foi combatente, o longa intercala com a jornada do escritor à partir da infância até a fase adulta, Tolkien utiliza dos meios da imaginação para fugir de uma realidade um tanto quanto dura.

Assim como nos livros, o longa mostra que Tolkien ganha força à partir da amizade formada por Tolkien, Geoffrey, Christopher e Robert que, a princípio, se conhecem de forma ríspida, mas assim que são forçados a conviver perceber que possuem mais em comum do que imaginavam, formando um clube que é o porto seguro dos jovens.

O longa explora de forma consistente as fases da vida do autor e seus dilemas, mas peca no modo que aborda algumas situações. Toda a obra surtirá mais efeito se ao ir ao cinema você tiver alguma conexão com o autor e sua obra, assim as referências contidas nele serão absorvidas de forma mais natural, gerando uma conexão imediata com a obra.

Por fim, Tolkien é um filme leve sobre irmandade, coragem e amor. Além de ser uma bela inspiração sobre o poder da fantasia em nossas vidas.

Nota:

3,0

3,0

Intercalando a narrativa entre infância, adolescência e cenas da guerra, o longa explora de forma consistente as fases da vida do autor e seus dilemas, mas peca no modo que aborda algumas situações.

Tags
Mostrar mais

Juliana Macedo

Futura economista, nerd assumida, apaixonada por filmes, séries, livros e um bom café de companhia. Criadora do Insta @pensoufilmes, sonhadora, não tem medo de novos desafios e sonha em deixar sua marca ao mundo.

Deixem seus comentários!

Fechar