Perdidos No Espaço | Assistimos aos cinco primeiros episódios da série

Assistimos aos primeiros cinco episódios da nova aposta da Netflix e contamos tudo que achamos da série Perdidos No Espaço. Confira:
Compartilhe:



Assistimos aos primeiros cinco episódios da nova aposta da Netflix e contamos tudo que achamos da série Perdidos No Espaço. Confira:

SEM SPOILERS


A nova aposta da Netflix, a série Perdidos No Espaço (Lost In Space) é um remake da série homônima de 1965, onde acompanhamos a família Robinson em uma missão espacial para encontrar um novo planeta para colonização. Na nova versão da série, também acompanhamos a jornada da família que, por razões diferentes sai em missão em busca de um novo lar.



Os Robinsons continuam sendo ponto crucial da trama, em busca de um novo lar, seguem em missão para uma novo planeta: a Constelação Nova Centauro, até que por um problema inesperado se vêem perdidos. E, é nesse contexto que o primeiro episódio apresenta elementos que prendem o telespectador já neste piloto, com as situações mais diversas - desde divertidas até as mais tensas. E a série segue essa linha durante todos os cinco episódios disponibilizados.


O grande forte deste reboot são as mudanças que foram feitas, diferenciando-se da série original, busca trazer um frescor seguindo uma linha de raciocínio muito plausível ao mesmo tempo que, mantêm os elementos cruciais da versão original. Os atores, principalmente a família Robinson possuem uma química que convence na tela, além do que, com a presença das crianças, as explicações necessárias para o entendimento dos fatos não ficam massantes.


Com base nos cinco primeiros episódios que vimos, não podemos dizer se essa nova versão fará jus a sua antecessora, mas é o inicio de um grande acerto da Netflix, podendo transformar a série em um ponto de referência para as novas gerações no quesito ficção cientifica.

A primeira temporada de Perdidos No Espaço estreia em 13 de abril na Netflix.


Compartilhe:

lostinspace

netflix

perdidosnoespaço

serie

series

Comente!

0 comments: