News!

Crítica | Valerian e a Cidade dos Mil Planetas, um espetáculo de efeitos especiais, mas fraco na trama


Valerian e a Cidade dos Mil Planetas é um filme que ficamos num dilema de amor e.… raiva (odeio não) por ele. Baseada no HQ francesa escrita por Jean-Claude Mézières, de 1997. Luc Besson famoso pelas grandes produções como O Quinto Elemento (1997) e Lucy (2014), tem uma forte razão para ele ter escolhido Valerian e adaptá-lo para o cinema: Valerian foi seu primeiro HQ que o diretor leu em sua infância, tornando uma grande paixão e inesquecível história para Besson. 

A trama do filme como nos quadrinhos, também existe um certo romance entre Valerian e Laureline.

Seguindo o HQ, Valerian (Dane DeHaan, de “O Espetacular Homem Aranha 2”) e Laureline (Cara Delevingne de “Esquadrão Suicida”) são agentes especiais comandados a ordem do Governo dos Territórios Humanos, que realiza missões intergalácticas que ajudam a solucionar problemas causados por especies alienígenas, e conflitos entre eles e os humanos. Até que surge uma nova e uma das maiores missões deles, investigar uma civilização até então apagada pelo governo que retornou em uma zona desconhecida da Estação Espacial Alpha – conhecido como a Cidade dos Mil Planetas. 


Como citamos no começo o filme nos deixa num terrível dilema, ele é muito bom em algumas partes principalmente em efeitos especiais, porém é falho no enredo, faltando algo mais frenético na trama, como nas produções anteriores de Besson, O Quinto Elemento e até mesmo Lucy, tendo apenas alguns momentos com maior adrenalina. 


A trama começa mostrando momentos com ar de mistério, e que apenas lá na frente ele vai te lembrar e explicar do porque e como tudo aconteceu realmente. Não é em todas as produções que ao optar por essa sagada termina dando certo, isso precisaria de todo um ritmo bem desenvolvido que mesmo diante de todos os mistérios, possa te prender em toda a trama até dar a revelação final de tudo que aconteceu. E infelizmente Besson tentou essa estratégia e falha em algumas partes, deixando momentos que tende a ser muito longos no filme. 

Aliás vimos nitidamente que o diretor se preocupou muito nos detalhes que não podemos negar são realmente lindos e bem feitos no filme, como a cena do grande mercado, a própria caracterização das raças alienígenas como os Pearls que foram e são realmente tão bem feitos como o do filme 'Avatar',  os detalhes da Cidade Alpha é um riqueza e grandeza de efeitos, mas infelizmente isso não é tudo em um longa como este precisa.

A raça alienigena Pearls.

Já na atuação do elenco, Dane como Valerian mesmo tendo seu nome como destaque no começo do título do filme, ele não consegue atingir um grande destaque, mas também não desagrada, a força e coragem de Valerian se arriscando nas missões são suas maiores qualidades. Já Cara Delevingne que faz Laureline, traz uma personalidade mais independente, inteligente, ambos não têm grandes e intensas atuações, mas tem presente um certo carisma.



A atuação de Rihanna em sua personagem Bubble é uma surpresa para a produção, tirando suas habilidades como dançarina, a interpretação de sua personagem é algo marcante mesmo nas poucas cenas dramáticas dela na trama. 

O filme tem referências ao universo Star Wars, mas que na verdade Valerian é que foi inspiração para George Lucas na criação e desenvolvimento na saga Star Wars, portanto os méritos e referências são para o próprio Valerian e toda a sua história. 

O longa tem tudo para ter uma franquia interessante, e se possivelmente haver essa chance de continuação, pode e deve continuar impecável em efeitos especiais como esta, apenas que sua trama seja algo mais desenvolvida.

As criaturas mais fofas do filme - os replicadores, uma pequena criatura adorável, capaz de, ao engolir uma pérola, criar dezenas de pérolas iguais.

Mesmo ter dito esse pecado, ele ganha em questão do capricho nos efeitos especiais que nos encher os olhos e de sua trilha-sonora inesquecível. Em suas duas horas de duração Valerian e a Cidade dos Mil Planetas é um show visual para os amantes de efeitos especiais, e uma aventura intergaláctica interessante para os viajantes que amam o universo Star Wars e até mesmo a saga Star Trek.

Nota:



0 comentários:

Postar um comentário