cinemacríticaficçaocientificafilmemovie

Crítica | Independence Day – O Ressurgimento

Quando soube que iria ter continuação de um dos meus filmes favoritos de Ficção- Científica, como o Independence Day já fiquei super feliz e empolgada. Conheço o filme desde de criança e sempre era meu favorito na sessão da tarde, já perdi até as contas de quantas vezes que já assisti ao filme.

Quando soube que iria ter continuação de um dos meus filmes favoritos de Ficção- Cientifica, como o Independence Day já fiquei super feliz e empolgada. Conheço o filme desde de criança e sempre era meu favorito na sessão da tarde, já perdi até as contas de quantas vezes que já o reevi.
Passado 20 anos desde do primeiro, o filme retorna com tudo! Diferente de outros remake de continuação, este é realmente fiel a continuação do primeiro, se tornando ainda mais legal a ligação do elenco novo com o anterior, podendo assim matar a saudade do pessoal do primeiro Independence Day. 

Após ao lendário 4 de Julho, a Terra veio se preparando cada vez mais para uma nova ou possível ameaça. Mas claro não somente nós, mas eles – os ETs também. E obvio seu ressurgimento teria que ser algo bem destruir e poderoso, e realmente foi. Eles vieram para acabar com o planeta melhor do que ninguém. 

A qualidade dos efeitos visuais é de arrasar! O roteirista- diretor Rolland Emmerich, após dirigir o primeiro longa e os demais filmes-catástrofes como O Dia Depois de Amanhã, Godzilla (de 1998), 2012 e 10,000 BC, trouxe a ele uma boa bagagem e tanto para assim caprichar no filme

Mesmo não estando presente o astro Will Smith (como Capitão Hiller), na minha opinião o filme não perdeu o brilho e foi conduzido muito bem, e até mesmo engraçado em algumas partes. Com certeza os veteranos personagens como o ex-Presidente do EUA Whitmore (papel de Bill Pullman) e David Levinson e seu pai (interpretados por Jeff Goldblum e Judd Hirsch) e não poderia deixar de fora o Dr. Brakish Okun (papel do ator Brent Spiner) foram um grande e importante marco do retorno do filme. 

O elenco dos novatos também não deixou a decepcionar não! Os personagens Jake Morrison (Liam Hemsworth), Patricia Withmore( Maika Monroe) filha do Presidente Withmore e Dylan Hiller(Jessie T. Usher) filho do Capitão Hiller atuaram e representaram os respectivos papeis muito bem.
O bacana do filme, que eles nos mostra que não vale praticamente nada ter uma super tecnologia, armas de ponta, se não ter coragem, e principalmente não ter união. A sabedoria, a experiência dos veteranos com certeza deu um banho neste aspecto para a nova turma, tanto para os personagens como para os próprios atores do filme. E até para nós que assistimos! rs 

Você termina de assistir com uma sensação de dever cumprido rs e acho que com certeza foi essa sensação que o diretor Rolland deve.

 Dica: assista ao primeiro e logo em seguida o segundo assim vai assimilar melhor todo o diálogo do filme.


Nota: 

Tags
Mostrar mais

Karina Lima

Formada em Design Gráfico, viciada em filmes e séries, ama perdidamente a Marvel e eternamente Harry Potter. Mas também não vive sem livros e música. Ama chá, Londres e fã do Tom Holland e Robert Downey Jr. Não consegue viver sem a Arte no seu cotidiano, essa é ela.

Deixem seus comentários!

Fechar